Rankings com 8 Contas/Indicadores do 1S2015

Rankings Empresas Não-Financeiras


Rankings das Empresas Não-Financeiras em 1S2015

No passado uma propaganda da Atlantic, uma companhia pequena de petróleo em relação às demais do mercado dizia: “Quem não é o maior tem que ser o melhor”. Em 2005 a GM encabeçava uma lista das maiores empresas do mundo (por receitas) num ano em que apresentava prejuízo, confirmando a tese da Atlantic de que nem sempre o maior é o melhor.

Pensamentos como esses inspiraram produzir esta newsletter sobre os dez maiores indicadores de empresas não financeiras listadas em bolsa, obtidos das demonstrações financeiras publicadas no 1º semestre de 2015. Os valores numéricos foram ranqueados em ordem decrescente, do maior para o menor, sem a pretensão de indicar as melhores empresas, que para tal exigiria outro tipo de estudo numa abordagem mais qualitativa.

Os gráficos a seguir ilustram os rankings descritos com oito indicadores selecionados.

Rankings do Ativo Total, Patrim. Líquido, Receita Líquida e EBIT em R$ Milhões no 1S2015

Rankings do Ativo Total, Patrim. Líquido, Receita Líquida e EBIT em R$ Milhões no 1S2015
FONTE: Banco de Dados SABE – Sistema de Análise de Balanços Empresariais ©

Rankings do Ativo Total, Patrimônio Liquido, Receita Líquida e EBIT do 1S2015

Rankings do Result. Líquido, Endiv. Total, ROE e Valor de Mercado em R$ Milhões do 1S2015
FONTE: Banco de Dados SABE – Sistema de Análise de Balanços Empresariais ©

Estão presentes nos rankings 28 empresas. Fazendo uma pontuação com base no número de ocorrências em cada um dos oito indicadores, sem considerar o peso de cada indicador, obtemos:

  • De 6 a 7 Pontos: Jbs, Petrobras, Telef Brasil, Vale, Ambev e Braskem;
  • De 2 a 5 Pontos: Gerdau Met, BRF SA, Eletrobras, Gerdau, Itausa, Cemig, Oi, Souza Cruz e Ultrapar;
  • Com 1 Ponto: Aes Tiete, BBSeguridade, BMF Bovespa, Celpa, Cielo, Cosan Ltd, Equatorial, Natura, Odontoprev, P.Acucar-CBD, Paul F Luz, Ser Educa e Sid Nacional.

De acordo com o critério estabelecido podemos concluir que essas são as 28 maiores empresas não financeiras da bolsa, tendo como base os resultados do 1º semestre de 2015. Entretanto, seria mais adequado estabelecer um peso para cada indicador para refinar a conclusão. Mais do que isso, seria criar um método para indicar as “melhores” empresas. Fica aqui um desafio para nossa equipe técnica.

Deixe o seu comentário sobre como você avalia o desempenho das “maiores” empresas não financeiras deste estudo e solicite grátis uma pesquisa do seu interesse. Até a próxima!

Deixe seu comentário abaixo...

1 Comment

  • Luiz Guilherme Dias

    22 de setembro de 2015

    Sem dúvida mostrar um ranking das “melhores” é uma excelente ideia. Vamos aguardar para breve.

Leave A Response