Natura: paixão pela cosmética e pelas relações.

Natura: paixão pela cosmética e pelas relações.


Fundada em 1969 em São Paulo (SP) por Luiz Seabra sob o nome de Indústria e Comércio de Cosméticos Berjeaout Ltda., em sociedade com Jean Pierre Berjeaout, a empresa passou logo a se chamar Natura devido à participação de ativos vegetais na composição dos seus produtos cosméticos para tratamento do rosto e do corpo. A partir da década de 80 a Natura teve forte crescimento baseado na expansão regional e na diversificação de seu portfólio de produtos, comercializados na modalidade “venda-direta”.

Em 1990 a empresa publicou sua Razão de Ser: “compromisso com o bem-estar/estar bem” que passou a ser uma espécie de mantra a ser seguido por todos seus stakeholders. Nessa época a empresa iniciou sua expansão para fora do país. No ano de 2004 a Natura fez seu IPO em bolsa sendo listada no Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da Bovespa, captando no dia da estreia R$160 milhões.

A Natura desenvolveu sua estratégia de negócios com inovação e preocupação com a sustentabilidade. Em 2007 passou a fornecer aos seus consumidores produtos de carbono neutro, destinados a reduzir e compensar as emissões de gases geradores do efeito estufa (GEEs). Sua fábrica, na cidade de Cajamar, na Grande São Paulo, foi projetada com conceitos arquitetônicos que priorizam a sustentabilidade e a ampliação do convívio humano. Em 2012, a Natura inaugurou o Núcleo de Inovação Natura Amazônia, como parte de um programa do MCTI, voltado exclusivamente para o desenvolvimento sustentável de região Amazônica.

Atualmente a companhia conta com um contingente de 6.900 funcionários sendo 5.500 no Brasil, e 1.400 distribuídos por Argentina, Chile, México, Peru, Colômbia e França. Terceirizados hoje são 2.500 pessoas, lembrando que, em 2009 após completar 40 anos de existência, a empresa atingiu a marca histórica de 1 milhão de consultoras(es)!!!

Natura_01

Informações e Indicadores Financeiros da Natura – 9M2014 X 9M2015.
Fonte: SABE ©

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre a comparação do 1º semestre de 2015 com o mesmo período de 2014 da Natura, e veja também como foi a evolução do desempenho em bolsa das suas ações NATU3 (Natura ON).

Evolução Trimestral da Ação NATURA ON. Fonte: APLIGRAF ©

Evolução Trimestral da Ação NATURA ON.
Fonte: APLIGRAF ©

O gráfico da evolução trimestral das cotações das ações NATU3 (NATURA ON) ilustra o desempenho em bolsa da companhia em mais de 4 anos, com uma desvalorização de 42% no preço do papel, que saiu de R$38,82 no 4º Trim/2010 para chegar a R$22,45 em 29/Out/2015 (cotação máxima no período foi de R$52,26). No mesmo período o Ibovespa teve uma queda de 34%, de 69.304 pontos para 45.628 pontos.

Deixe o seu comentário sobre como você avalia o desempenho da Natura ou solicite uma pesquisa do seu interesse. Pode ser sobre companhias, setores ou mesmo temas ligados ao mercado de capitais. Até a próxima!

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response