Natal_Fraco

Setor de Varejo: Natal Fraco


2015 não deve ter contratação temporária na indústria para atender o consumo do Natal.

Na Zona Franca de Manaus não há qualquer perspectiva de abertura de vagas. Segundo dados do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (CIEAM) 23 mil dos 105 mil trabalhadores das empresas da região estão em férias coletivas ou licença remunerada.

A razão é a retração de 29% no faturamento das empresas da região no 1º semestre deste ano. E a queda na receita de janeiro a junho de US$ 3,1 bilhões em relação ao mesmo período de 2014.

Segundo o departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da FIESP, este ano, não há perspectivas de abertura de vagas temporárias (a produção industrial paulista já acumula queda de 9% em 2015).

A Confederação Nacional do Comércio não tem ainda uma estimativa de empregos temporários, mas acredita que o comércio não escapa do vermelho, já que as vendas devem encolher 2,9%, a 1 ª queda desde 2003.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho somente no 1º semestre de 2015 cerca de 162,3 mil postos formais foram fechados na indústria. O Comércio eliminou 181,8 mil vagas.

Antônio Carlos Magalhães é Diretor Técnico da Empresa Sabe Consultores Associados

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response