Evolução Trimestral da Ação LAME4 (LOJAS AMERIC PN). Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

Lojas Americanas: Queda de lucro a partir de 2013 e prejuízo no 1T2016


LUIZ-GUILHERME-DIAS-e1443731843958Por Luiz Guilherme Dias | 17/Mai/2016.

“Quando começou a comprar almas, o
diabo inventou a sociedade do consumo”

Millor Fernandes, jornalista e escritor

A Lojas Americanas foi fundada em 1929, por quatro americanos John Lee, Glen Matson, James Marshall e Batson Borger que partiram dos Estados Unidos em direção a Buenos Aires com o objetivo de abrir uma loja no estilo Five and Ten Cents (lojas que vendiam mercadorias a 5 e 10 centavos, na moeda americana). A ideia era lançar uma loja com preços baixos, no modelo que já fazia sucesso nos Estados Unidos e na Europa no início do século passado. No navio em que viajavam, conheceram os brasileiros Aquino Sales e Max Landesman que os convidaram para conhecer o Rio de Janeiro.

Na visita ao Rio, os americanos perceberam que havia muitos funcionários públicos e militares com renda estável, porém com salários modestos, e a maioria das lojas não eram destinadas a esse público. As lojas existentes, em geral, vendiam mercadorias caras e especializadas, o que obrigava uma dona de casa ir a diferentes estabelecimentos para fazer as compras. Foi assim que decidiram que o Rio de Janeiro era a cidade perfeita para lançar o sonhado empreendimento – uma loja de preços baixos para atender àquela população “esquecida” e que vendesse vários tipos de mercadorias. Eles desejavam oferecer uma maior variedade de produtos a preços mais acessíveis.  (Fonte: Wikipédia).

Atualmente a empresa é controlada por três empresários: Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, o mesmo trio que comanda a Inbev (antiga AmBev), GP Investimentos, América Latina Logística dentre outros grupos de negócios. A empresa conta com cerca de 1.500 colaboradores e comercializa mais de 80 mil itens de 4.000 empresas diferentes.

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre a Lojas Americanas: “Radar de Desempenho Econômico-Financeiro de 2011 a 2015, incluindo a comparação 1T2015 X 1T2016” e desempenho em bolsa das ações LAME4 (LOJAS AMERIC PN) nos últimos 4 anos.

Radar de Desempenho Econômico-Financeiro da Lojas Americanas Fonte: SABE ©

Radar de Desempenho Econômico-Financeiro da Lojas Americanas. Fonte: SABE ©

De 2011 a 2015 a Lojas Americanas vem apresentando um crescimento consistente de ativos, receitas e geração de caixa, mantendo o endividamento equilibrado, mas vem perdendo lucro a partir de 2013. Na comparação do 1T2015 x 1T2016, a empresa teve crescimento de ativos, redução do PL e da receita de vendas, mantendo crescimento de EBITDA. Porém, na comparação trimestral, seu prejuízo aumentou significativamente. Veja a seguir como foi o desempenho ações LAME4 (LASA PN).

Lojas_Americ_02

Evolução Trimestral da Ação LAME4 (LOJAS AMERIC PN). Fonte: APLIGRAFElaboração: SABE ©

De 30/Jun/2011 a 12/Mai/2016 a ação LAME4 obteve uma valorização de 94%. A cotação do papel saiu de R$7,58 e alcançou R$14,72 no final do período (a cotação máxima foi de R$16,62 em 30/Mar/2016). No mesmo intervalo de tempo o Ibovespa teve uma queda de 14%.

Botão_LASA

 

COMENTÁRIOS FINAIS

No setor de companhias listadas em bolsa onde atua (Atacado e Varejo), a Lojas Americanas ocupou em 2015 a 4ª posição em vendas (R$18 bilhões) e a 8ª em resultado líquido (lucro de R$64 milhões),com  queda de 82% quando comparado ao lucro de 2014 que foi de R$355 milhões.

De acordo com informações do Relatório da Administração da companhia “no 1T2016, a Páscoa ocorreu no dia 27/Mar, enquanto que em 2015 ocorreu no dia 05/Abr. Dessa forma, por conta do chamado ‘Efeito Páscoa’, em 2016 as receitas relativas a este importante evento tiveram um impacto maior no primeiro trimestre”.

Para fazer frente às incertezas e à volatilidade no mercado financeiro, a Lojas Americanas tem como orientação preservar o caixa e alongar o perfil da dívida. Ao longo dos últimos anos, diversas medidas foram tomadas com este objetivo, o que nos permite consolidar o plano de crescimento da Companhia no longo prazo. (Fonte: Empresa).

A SABE Consultores tem o propósito de compartilhar informações úteis e atualizadas sobre as empresas brasileiras. Manteremos você atualizado com novas informações extraídas do nosso Banco de Dados SABE.

Botão_Eu_quero4

Aproveite para deixar o seu comentário ao final desta página sobre o desempenho da Lojas Americanas.

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

E-mail: lg.dias@sabe.com.br

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response