Engie_Capa

ENGIE BRASIL: Crescimento com inovação em energia solar


LUIZ-GUILHERME-DIAS-e1443731843958Por Luiz Guilherme Dias | Rio, 26/Jan/2017.

 

“Nunca fiz nada dar certo por acidente; nem nenhuma das minhas invenções surgiu por acidente; elas vieram do meu trabalho”

Thomas Edison – O Inventor da Lâmpada Elétrica

A Engie Brasil faz parte do Grupo GDF Suez Energy Latin America Participações Ltda. e opera desde 1998 sob o nome de Tractebel Energia. A Engie atua na implantação e operação de usinas geradoras de eletricidade, sendo também agente ativa na comercialização. Maior geradora privada de energia do Brasil, a Companhia é sediada em Florianópolis, SC, e suas usinas se encontram instaladas nas 5 regiões do país, mais precisamente nos estados do RS, SC, PR, SP, MG, MS, MT, GO, TO, MA, PI e CE.

A Companhia tem capacidade instalada própria de 7.027 MW, equivalente a cerca de 5,4% do total no Brasil. Seu parque gerador é composto por 29 plantas, todas com operação própria, das quais 9 são hidrelétricas, 5 termelétricas e 15 complementares: 3 a biomassa, 8 eólicas, 3 Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e 1 solar, cujo início de operação é bem recente. Entretanto, a capacidade instalada operada pela Engie é de 8.748 MW, pois 4 dessas usinas são exploradas comercialmente por meio de parcerias com outras empresas. A Engie conta com mais de 1.100 empregados e seu portfólio de clientes é formado por distribuidoras, clientes livres e comercializadoras. Além da venda de energia, a Companhia presta serviços associados, como a implantação de instalações de cogeração, operação e manutenção de equipamentos de produção de energia e monitoramento da qualidade da energia. (Fonte: Empresa).

Em Abr/2016 a Engie firmou através da sua subsidiária Engie Tractebel Energia, parceria com os sócios da Araxá Energia Solar, uma das líderes no mercado brasileiro de geração solar distribuída, que consiste em geração solar de forma descentralizada, em residências e edifícios. A Engie detém agora 50% da GD Brasil Energia Solar, que passa a se chamar Engie Solar. O valor investido pode chegar até R$ 24,28 milhões.

Botão_FiquePorDentro2

A geração solar distribuída é a geração de energia elétrica a partir do sol que é gerada através de painéis fotovoltaicos instalados em tetos de casas e edifícios. A diferença da geração solar distribuída para a centralizada é que, enquanto a energia solar centralizada é gerada em uma planta solar, a distribuída é gerada em residências e empresas, de forma descentralizada. O excesso de eletricidade volta para a rede elétrica através do relógio de luz (bidirecional). A energia solar que vai para a rede vira “créditos de energia” para serem utilizados de noite ou nos próximos meses. (Fonte: Infomoney).

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre a Engie Brasil: “Radar de Desempenho Econômico-Financeiro de 2011 a 2015, comparação 9M2015 X 9M2016”, distribuição de valor adicionado (DVA) e desempenho em bolsa da ação EGIE3 (ENGIE BR ON).

Radar de Desempenho da Engie BR - R$Milhões (Consolidado)Fonte: SABE © powered by MAESTRO

Radar de Desempenho da Engie Brasil – R$Milhões (Consolidado)
Fonte: SABE © powered by MAESTRO

De 2011 a 2015 a Engie Brasil teve um desempenho crescente de contas patrimoniais e de resultado medidos pela taxa composta de crescimento anual (CAGR). A receita líquida, o resultado bruto, o EBITDA e o resultado líquido cresceram de forma equilibrada. A dívida líquida da empresa também cresceu, mas de forma bem discreta, tendo em 2015 uma relação baixa de 2,2x o seu EBITDA. A distribuição de valor adicionado (DVA) cresceu quase 3% na taxa CAGR naquele período, acompanhando os resultados; em 2015 a empresa entregou R$4,1 bilhões de valor adicionado a seus stakeholders.

Olhando agora o desempenho mais recente da empresa pela comparação dos 9M2015 versus os 9M2016: a Engie Brasil manteve o comportamento observado de 2011 a 2015, com redução de sua dívida líquida em quase 7%, mantendo baixa relação com EBITDA (2,5x). Pelo lado dos resultados, teve redução muito pequena, quase nula, de receita, aumento de geração de caixa medida pelo EBITDA e aumento expressivo de resultado líquido que subiu quase 19% dos 9M2015 para igual período de 2016. Além disso, nos 9M2016 a empresa teve aumento de 13% na distribuição de valor para seus stakeholders.  Veja a seguir como foi o desempenho dos preços da ação EGIE3 (ENGIE BRASIL ON).

Evolução Trimestral da Ação EGIE3 (ENGIE BR ON).Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

Evolução Trimestral da Ação EGIE3 (ENGIE BRASIL ON).
Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

De 30/Mar/2012 a 24/Jan/2016 a ação EGIE3 teve uma valorização de 41%. A cotação ajustada de fechamento do papel saiu de R$25,21 e fechou em R$35,53 no final do período (a cotação máxima foi de R$37,92 em 30/Set/2016 e a mínima de R$25,21 em 30/Mar/2012). No mesmo intervalo de tempo o Ibovespa subiu pouco mais de 2%.

 

COMENTÁRIOS FINAIS

A Engie Brasil faz parte do Setor de Energia Elétrica composto de 42 empresas listadas em bolsa. Em 2015 ocupou a 15ª posição em receitas líquidas com R$6,5 bilhões, aumento de 2,6% em relação a 2014. A líder do ranking foi a Eletrobras (R$33 bilhões) seguida da Cemig (R$21 bilhões). Pela ótica de resultados líquidos a líder do ranking foi a Cemig (lucro de R$2,5 bilhões), tendo a Engie BR ocupado a 3ª posição com lucro de R$1,5 bilhões, aumento de 8,6% em relação a 2014.

Em sua Mensagem sobre o Desempenho do 3º trimestre de 2016, a Administração da companhia informou que o lucro líquido do 3T16 foi de R$ 396,9 milhões, R$ 49,3 milhões (14,2%) superior aos R$ 347,6 milhões apresentados no 3T15. Segundo a Engie o aumento é efeito, substancialmente, dos seguintes fatores: (i) crescimento de R$ 35,4 milhões no Ebitda; (ii) efeito positivo de R$ 40,7 milhões do resultado financeiro; (iii) aumento de R$ 5,0 milhões da depreciação e amortização; e (iv) elevação de R$ 21,5 milhões do imposto de renda e da contribuição social.  (Fonte: Empresa – Relatório da Administração – 3T2016).

A SABE Consultores tem o propósito de “organizar informações financeiras sobre as empresas brasileiras e torná-las acessíveis e úteis” e acredita que as empresas vencedoras são as que atuam de maneira a criar valor não só para si mesmas, mas também para seus clientes, colaboradores, fornecedores, investidores, comunidade e meio ambiente. Manteremos você atualizado com novas informações extraídas do nosso Banco de Dados SABE.

Botão_FiquePorDentro2

Aproveite para deixar o seu comentário ao final desta página sobre este Artigo.

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

E-mail: lg.dias@sabe.com.br

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response