Cyrela_Capa

Cyrela Realt: Lucro líquido cai 60% nos 9M2016


LUIZ-GUILHERME-DIAS-e1443731843958Por Luiz Guilherme Dias | Rio, 06/Dez/2016.

 

“Bolha Imobiliária: Se você está na esperança dos preços despencarem para comprar, espere sentado”

Ricardo Amorim – Economista

Fundada em 1962, a Cyrela Brazil Realty é uma incorporadora e construtora de imóveis residenciais sediada no estado de São Paulo que opera em 16 estados e 66 cidades no Brasil, além da Argentina e Uruguai. Venceu pelo 10º ano seguido o prêmio de empresa mais admirada do Brasil, promovido pela revista Carta Capital, no segmento de Construtoras e Incorporadoras. A empresa contou no Ranking Interbrand das 25 Marcas Brasileiras mais Valiosas em 2010, com valor de marca estimado em R$ 545 milhões, ocupando a 14ª posição. Dentre suas principais obras, destacam-se os empreendimentos Faria Lima Financial Center na cidade de São Paulo, JK Financial Center na mesma cidade, e o Le Parc Residential Resort Salvador, o maior condomínio de luxo do Brasil, cuja ação de marketing recebeu o prêmio Top de Marketing da ADVB. (Fonte: Wikipédia).

Segundo informações da companhia a marca “Cyrela” assina seus empreendimentos de alto padrão e luxo: “O desejo por um Cyrela se traduz no cuidado com cada detalhe, em espaços feitos para quem deseja morar ou investir com qualidade, tradição e encantamento”. A empresa também desenvolve outras duas marcas: Living e Urbanismo.

A Cyrela Living é a marca que, desde 2007, é escolhida para fazer parte das vidas de muitas famílias e investidores. Busca ser a melhor opção para quem está mudando de vida. Busca melhorar todos os dias, desde encontrar o melhor terreno até construir de maneira mais eficiente.

Botão_FiquePorDentro2

A Cyrela Urbanismo é a marca que, desde 2006, desenvolve os loteamentos da empresa em todo o Brasil. Busca áreas com histórias e encantos que serão traduzidos para loteamentos completos, que apresentam um conceito de lazer exclusivo, qualidade construtiva e integração com o verde. (Fonte: Empresa).

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre a Cyrela Realt: “Radar de Desempenho Econômico-Financeiro de 2011 a 2015, comparação 9M2015 X 9M2016”, distribuição de valor adicionado (DVA) e desempenho em bolsa das ações CYRE3 (Cyrela Realt ON).

Radar de Desempenho da Cyrela Realt - R$Milhões (Consolidado)Fonte: SABE © powered by MAESTRO

Radar de Desempenho da Cyrela Realt – R$Milhões (Consolidado)
Fonte: SABE © powered by MAESTRO

De 2011 a 2015 a Cyrela Realt teve um desempenho equilibrado com pequenas variações nas contas patrimoniais e de resultados, sendo as mais expressivas de 2014 para 2015. Exceção deve ser feita para a dívida líquida da companhia, cuja taxa CAGR caiu quase 13% no período de 2011 a 2015. O comportamento da distribuição de valor adicionado (DVA) da Cyrela acompanhou o desempenho dos últimos 5 anos com leve queda de 0,55% na taxa composta; em 2015 a empresa entregou R$1,4 bilhões de valor adicionado a seus stakeholders.

Na comparação dos 9M2015 versus os 9M2016, a companhia teve um desempenho semelhante ao dos últimos 5 anos, porém com quedas mais expressivas nos resultados, refletindo a fase difícil em que se encontra o setor de construção no país. No último trimestre a empresa manteve a redução da sua dívida líquida em quase 7%. Por outro lado reduziu a distribuição de valor para seus stakeholders em 37%. Veja a seguir como foi o desempenho das CYRE3 (Cyrela Realt ON).

Evolução Trimestral da Ação CYRE3 (Cyrela Realt ON).Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

Evolução Trimestral da Ação CYRE3 (Cyrela Realt ON).
Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

De 29/Dez/2011 a 02/Dez/2016 a ação CYRE3 teve uma desvalorização de 27%. A cotação ajustada de fechamento do papel saiu de R$12,91 e atingiu R$9,42 no final do período (a cotação máxima foi de R$15,85 em 28/Dez/2012 e a mínima de R$7,31 em 30/Dez/2015). No mesmo intervalo de tempo o Ibovespa subiu 6,28%.

 

COMENTÁRIOS FINAIS:

A Cyrela Realt faz parte do Setor de Construção Civil e Mercado Imobiliário com 40 empresas listadas em bolsa. Em 2015 ocupou a 2ª posição em receitas líquidas com R$4,3 bilhões e queda de 25% em relação a 2014. A líder foi a MRV com R$4,8 bilhões e crescimento de 14% em 2015. Pela ótica de resultados líquidos o ranking em 2015 foi idêntico: MRV em 1º lugar com R$595 milhões e Cyrela em 2º lugar com R$593 milhões, porém ambas com quedas de 21% e 29%, respectivamente, em relação a 2014.

Em sua Mensagem sobre o Desempenho do 3º trimestre de 2016, a Administração da companhia informou que no período o cenário externo foi marcado pela incerteza quanto ao aumento das taxas de juros dos Estados Unidos, o que trouxe forte volatilidade para a economia mundial. Já no cenário doméstico, “tivemos a ratificação da mudança de governo, trazendo importantes alterações nas perspectivas do mercado”. Nesse sentido, algumas medidas concretas de mudança já foram iniciadas. E tanto confiança como perspectivas deram sinais de melhora, embora a economia real ainda não tenha concretizado sinais de recuperação.

 O desempenho das vendas da Companhia reflete esse cenário. As vendas líquidas do 3T2016 ficaram estáveis em relação aos dois primeiros trimestres do ano. Merece destaque a performance de venda do estoque pronto, que atingiu o maior volume do ano com R$176 milhões. Em relação aos lançamentos, a Companhia lançou R$452 milhões e ao final do trimestre havia vendido 61% desses produtos. O 3T2016 também foi marcado por um volume de entregas ainda relevante, de R$1,4 bilhão, e pela entrega das últimas duas obras na região Nordeste. Na região Norte restam apenas 4 obras para serem entregues. Além disso, a Companhia continuou economizando em obras, atingindo um impacto positivo de R$31 milhões na receita no trimestre.

Como consequência do atual momento de vendas líquidas, muito impactadas pelo alto volume de distratos, o nível de receita da Companhia continua bastante pressionado, impactando o lucro líquido. Esse também é o principal motivo para o consumo de caixa de R$225 milhões no 3T2016. “Certamente só estamos conseguindo atravessar esse momento difícil devido a nossa solidez financeira”, informa a administração da empresa. (Fonte: Release de Resultados 3T2016 | 9M2016).

A SABE Consultores tem o propósito de “organizar informações financeiras sobre as empresas brasileiras e torná-las acessíveis e úteis” e acredita que as empresas vencedoras e que vieram para ficar são as que perseguem incessantemente valor para TODOS os seus stakeholders. Manteremos você atualizado com novas informações extraídas do nosso Banco de Dados SABE.

Botão_FiquePorDentro2

Aproveite para deixar o seu comentário ao final desta página sobre este Artigo.

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

E-mail: lg.dias@sabe.com.br

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response