Cetip_Capa

CETIP: Valorização de 96% da ação desde 2012 com redução da dívida líquida nos 9M2016


LUIZ-GUILHERME-DIAS-e1443731843958Por Luiz Guilherme Dias | Rio, 27/Dez/2016.

 

“O capital é como água, sempre flui por onde encontra menos obstáculos”
Delfim Netto – Economista e Ex-Ministro da Fazenda

A CETIP (Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos) foi criada em 1984 como um braço operacional da ANDIMA (na época Associação Nacional dos Dirigentes do Mercado Aberto), sob a forma de sociedade civil brasileira, sem fins lucrativos. Iniciou suas operações em 1986, passando, desde então, a disponibilizar sistemas eletrônicos de custódia, registro de operações e liquidação financeiras no mercado de títulos públicos e privadas.

Participou ativamente do desenvolvimento do mercado financeiro, em estreita ligação com o mercado e os órgãos de regulação, propondo, criando, viabilizando e operacionalizando soluções e sistemas para suporte das operações de seus participantes, Desempenhou papel relevante no processo de privatização das empresas públicas e na concepção e operacionalização do SPB (Sistema de Pagamentos Brasileiro), o que possibilitou que os negócios cursados na companhia passassem a ser liquidados no mesmo dia (D+0).

Em Mai/2008, os associados da CETIP aprovaram, em AGE, a proposta de “desmutualização” e a transformação da empresa em uma sociedade anônima, e, em Out/2009, a companhia passou a ter capital aberto, com ações negociadas no Novo Mercado. As atividades da CETIP são regulamentadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a empresa também é fiscalizada pelo Banco Central.

Botão_FiquePorDentro2

O ambiente da CETIP é conhecido como ambiente de balcão que, diferentemente do ambiente de bolsa, oferece aos participantes uma maior flexibilidade para o registro da negociação de títulos e valores mobiliários de renda fixa. Pode também registrar, custodiar e liquidar títulos públicos estaduais e municipais emitidos após 1992, títulos representativos de dívidas de responsabilidade do Tesouro Nacional, além de todos os créditos securitizados da União, da Dívida Agrícola, dos Títulos da Dívida Agrária e também dos certificados financeiros do Tesouro e principalmente a custódia de Derivativos de balcão.

Atualmente operando como CETIP S.A. – Mercados Organizados, mais de 15 mil instituições participantes utilizam os serviços da CETIP. Entre eles, estão fundos de investimento; bancos comerciais, múltiplos e de investimento; corretoras e distribuidoras; financeiras, consórcios, empresas de leasing e crédito imobiliário; cooperativas de crédito e investidores estrangeiros; e empresas não financeiras, como fundações, concessionárias de veículos e seguradoras. Milhões de pessoas físicas são beneficiadas todos os dias por produtos e serviços prestados pela companhia, como processamento TEDs e liquidação de DOCs, bem como registros de gravame, CDBs e títulos de Renda Fixa. (Fontes: Empresa e Wikipédia).

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre a CETIP: “Radar de Desempenho Econômico-Financeiro de 2011 a 2015, comparação 9M2015 X 9M2016”, distribuição de valor adicionado (DVA) e desempenho em bolsa da ação CTIP3 (CETIP ON).

Radar de Desempenho da CETIP - R$Milhões (Consolidado)Fonte: SABE © powered by MAESTRO

Radar de Desempenho da CETIP – R$Milhões (Consolidado)
Fonte: SABE © powered by MAESTRO

De 2011 a 2015 a CETIP teve um desempenho crescente e equilibrado de contas patrimoniais e de resultado medidos pela taxa composta de crescimento anual (CAGR). No mesmo período o CAGR da dívida líquida caiu quase 3%. A distribuição de valor adicionado (DVA) da empresa acompanhou o crescimento da companhia no período com aumento de quase 7% na taxa CAGR; em 2015 a empresa entregou R$1 bilhão de valor adicionado a seus stakeholders.

Na comparação dos 9M2015 versus os 9M2016, a CETIP teve crescimento em suas contas patrimoniais, mantendo redução de quase 13% da dívida líquida. Pelo lado dos resultados, teve aumento de receita, aumento expressivo de geração de caixa medida pelo EBITDA e também de resultado líquido levando a empresa a atingir um lucro de R$422 milhões nos 9M2016, crescimento de 14% em relação a igual período de 2015. Por outro lado teve nos 9M2016 um aumento expressivo de 45% na distribuição de valor para seus stakeholders.  Veja a seguir como foi o desempenho dos preços da ação CTIP3 (CETIP ON).

Evolução Trimestral da Ação CTIP3 (CETIP ON).Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

Evolução Trimestral da Ação CTIP3 (CETIP ON).
Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

De 26/Dez/2011 a 23/Dez/2016 a ação CETIP teve uma valorização expressiva de quase 96%. A cotação ajustada de fechamento do papel saiu de R$22,43 e fechou em R$43,99 no final do período (a cotação máxima foi de R$43,99 em 23/Dez/2016 e a mínima de R$19,56 em 28/Jun/2013). No mesmo intervalo de tempo o Ibovespa subiu apenas 0,13%, praticamente “andou de lado”.

COMENTÁRIOS FINAIS

A CETIP faz parte do Setor de Serviços Financeiros composto de 15 empresas listadas em bolsa. Em 2015 ocupou a 6ª posição em receitas líquidas com R$1,4 bilhões, aumento de 11% em relação a 2014. Pela ótica de resultados líquidos a companhia também foi em 2015 a 6ª no ranking com lucro de R$498 milhões, aumento de 16,5% em relação a 2014.

Em sua Mensagem sobre o Desempenho do 3º trimestre de 2016, a Administração da companhia informou que a geração operacional de caixa antes do pagamento de IR e CSSL e antes da destinação do excedente de caixa para aplicações financeiras totalizou R$ 272,5 milhões no 3T16, montante 1,9% menor do que aquele registrado no 2T16 e 11,8% superior ao 3T15. O fluxo de caixa das atividades de investimento atingiu R$ 23,7 milhões, enquanto o fluxo de caixa das atividades de financiamento totalizou R$ 13,1 milhões, influenciado pelos desembolsos para pagamento de dividendos e JCP (R$ 121,3 milhões) e pelo aumento da posição de empréstimo de subsidiária no exterior (R$ 164,4 milhões). Em decorrência principalmente do comportamento destes fluxos, o saldo de caixa e equivalentes de caixa aumentou R$ 169,4 milhões durante o trimestre.

No encerramento do 3T16, a dívida bruta da Cetip de curto e longo prazo (debêntures, empréstimos e arrendamentos financeiros) totalizava R$ 1,3 bilhão, montante praticamente equivalente ao volume dos instrumentos financeiros derivativos somados às disponibilidades e aplicações financeiras livres. Assim, o endividamento líquido da Companhia era de (-R$ 15,5 milhões) em 30/Set/2016, com redução de R$ 269,1 milhões em relação ao final do 3T15. A relação entre a dívida líquida e o EBITDA ajustado acumulado em 12 meses era próxima de zero ao final do 3T16, e o índice de alavancagem financeira (dívida líquida/total do capital) de -0,9%, demonstrando a sólida posição financeira da Companhia. (Fonte: Release de Resultados 3T2016 | 9M2016).

A SABE Consultores tem o propósito de “organizar informações financeiras sobre as empresas brasileiras e torná-las acessíveis e úteis” e acredita que as empresas vencedoras e que vieram para ficar são as que perseguem incessantemente valor para TODOS os seus stakeholders. Manteremos você atualizado com novas informações extraídas do nosso Banco de Dados SABE.

Botão_FiquePorDentro2

Aproveite para deixar o seu comentário ao final desta página sobre este Artigo.

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

E-mail: lg.dias@sabe.com.br

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response