BRF – portfólio de mais de 5.000 produtos

BRF – portfólio de mais de 5.000 produtos


Por Luiz Guilherme Dias

A história da BRF remonta a Batavo no ano de 1928, empresa fundada em Carambeí (PR) com o objetivo de produzir leite e derivados de forma artesanal para o mercado local. O nome Sadia surgiu em 1947 da união entre “S.A.” e as três últimas letras do município de Concórdia (SC), onde a marca nasceu.

Muita coisa aconteceu até que em 2008 tiveram início as negociações para a compra da Sadia pela Perdigão. A fusão, anunciada em 2009, deu origem à BRF. Ambas as companhias que compuseram a BRF (Perdigão e Sadia) eram negócios familiares que cresceram e se expandiram, tornando-se grandes players do mercado de alimentos no Brasil e, posteriormente, no exterior.

Em 2011 a BRF iniciou um processo de expansão fazendo duas aquisições na Argentina por US$150milhões, e em 2012 outra aquisição em Abu Dhabi, comprando 49% da empresa de alimentos Federal Foods por US$36milhões. Em 2014 adquiriu mais uma fatia da Federal Foods por cerca de US$28milhões e incorporou, no Kuwait, a distribuidora de alimentos congelados Alyasra Food Company, por US$160milhões. Com a expansão de suas operações no Oriente Médio a BRF executou o seu plano de internacionalização destinando 44% de sua produção ao mercado externo.

Atualmente a BRF conta com 100 mil colaboradores, posiciona-se como a 7ª maior companhia do mundo em valor de mercado, está presente em 110 países dos cinco continentes do planeta, responde por 90% do comércio internacional de proteínas, produz 7 milhões de toneladas de alimentos/ano (2,5 milhões exportadas), opera 47 fábricas no Brasil, 8 na Argentina, 2 na Europa (Inglaterra e Holanda), 27 centros de distribuição no Brasil e 19 escritórios comerciais no exterior.

A BRF S.A., companhia de capital aberto desde 1980, integra o novo Mercado da BM&FBovespa (BRFS3) e tem seus papéis negociados na Bolsa de Nova York (NYSE – ADR nível III). Desde 2005 é reconhecida pelo forte comprometimento com o desenvolvimento sustentável, fazendo parte da carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da BM&FBovespa.

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre a comparação do 1º semestre de 2015 com o mesmo período de 2014 da BRF, e veja também como foi a evolução do desempenho em bolsa das suas ações BRFS3 (BRF ON).

Informações e Indicadores Financeiros da BRF – 9M2014 X 9M2015. Fonte: SABE ©

Informações e Indicadores Financeiros da BRF – 9M2014 X 9M2015.
Fonte: SABE ©

Comparando o desempenho dos 9 meses de 2015 com igual período de 2014, observamos um aumento de quase 40% do endividamento bruto, aumento insignificante de vendas bem abaixo da inflação do período e aumento de pouco mais de 40% nos lucros, indicando ganhos de eficiência e produtividade. Os indicadores mostram aumento da relação dívida/PL de 51%, aumentos nas margens e nas rentabilidades da companhia, e queda na liquidez geral.

O gráfico da evolução trimestral das cotações das ações BRFS3 (BRF ON) mostra o desempenho em bolsa da companhia em mais de 4 anos, com uma excelente valorização de 120% no preço do papel, que saiu de R$25,40 no 4º Trim/2010 para chegar a R$55,81 em 06/Nov/2015 (cotação máxima no período atingiu R$70,59). No mesmo período o Ibovespa teve uma queda de 32%, de 69.304 pontos para 46.811 pontos.

Evolução Trimestral da Ação BRF ON. Fonte: APLIGRAF ©

Evolução Trimestral da Ação BRF ON.
Fonte: APLIGRAF ©

Deixe o seu comentário sobre como você avalia o desempenho da BRF ou solicite uma pesquisa do seu interesse. Pode ser sobre companhias, setores ou mesmo temas ligados ao mercado de capitais. Até a próxima!

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response