Bradesco_Capa

BRADESCO: Tudo de BRA


LUIZ-GUILHERME-DIAS-e1443731843958Por Luiz Guilherme Dias | 24/Mar/2016.

 

“O Banco é um estabelecimento que nos empresta um guarda-chuva
num dia de sol e nos pede de volta quando começa a chover”

Robert Frost, Poeta americano

A história do Bradesco começa em 1943: um banco comercial fundado por Amador Aguiar na cidade de Marília, interior de SP, sucedendo a Casa Bancária Almeida & Cia, sob o nome de “Banco Brasileiro de Descontos S.A.”. A estratégia inicial do Bradesco consistiu em atrair o pequeno comerciante, o funcionário público, pessoas de posses modestas, ao contrário dos bancos da época, que só tinham atenções para os grandes proprietários de terras. Foi um dos primeiros a estimular o uso de cheque aos seus correntistas, que foram orientados a preencher as folhas nas próprias agências.

O Bradesco é atualmente o 2º maior banco brasileiro privado do Brasil atrás do Itaú Unibanco, que cresceu principalmente através de fusões e aquisições. O seu crescimento iniciou no começo da década de 1950 com a aquisição do Banco Nacional Imobiliário – BNI e mais adiante a do Banco Porto-Alegrense.

A expansão do Bradesco se deu através da estratégia direta de aquisições, fusões e parcerias e foi utilizada tanto para o aumento da base de ativos, de clientes e de negócios bancários, como para os outros serviços agregados dentro do sistema financeiro, principalmente os de seguros e previdência privada como mostra a lista a seguir:

  • 1997 a 2001: Aquisições: Banco BCN, Credireal, Baneb, BEA, Banco Boavista, Banco Continental;
  • 2002: Incorporação do Banco Cidade e aquisição dos bancos Finasa e Deutsche Bank Investimentos;
  • 2003: Fusão com BBVA no Brasil;
  • 2003 e 2004: Aquisição do Grupo Zogbi e do BEM – Banco do Estado do Maranhão;
  • 2004: Parceria com as Casas Bahia;
  • 2004: Parceria com o United Financial of Japan;
  • 2005: Aquisição do Banco Morada e do BEC – Banco do Estado do Ceará;
  • 2006: Aquisição das operações da American Express;
  • 2009: Aquisição do Banco Ibi;
  • 2011: Aquisição do BERJ;
  • 2014: Venda da Scopus Tecnologia (Divisão de Serviços) e
  • 2015: Aquisição do HSBC.

De 2014 para cá, o Bradesco vem trabalhando o conceito “Tudo de BRA” em suas campanhas publicitárias. O tema foi escolhido como uma maneira de ressaltar o valor e as peculiaridades do Brasil, a começar pelo povo. Em toda a campanha, atitudes como o jeito do brasileiro abraçar, praticar esportes, celebrar as coisas boas da vida ganham destaque. Como reforçam as peças da campanha, “Tudo de BRA é o que deixa a vida mais vida. É o que o brasileiro gosta, do jeito que o brasileiro faz”. (Fonte: Site do Banco).

Obs.: O comentário grátis sobre o desempenho de uma companhia aberta do seu interesse limita-se ao universo das empresas listadas na BM&FBovespa.

Obs.: O comentário grátis sobre o desempenho de uma companhia aberta do seu interesse limita-se ao universo das empresas listadas na BM&FBovespa.

De acordo a consultoria britânica Brand Finance em parceria com a revista The Banker, o Brasil conseguiu em 2015 sustentar a 8ª  colocação no ranking dos países com as marcas de bancos mais valiosas do mundo. O destaque foi o Bradesco, que saltou 5 posições, da 20ª para a 15ª colocação. É o 1º colocado entre os bancos da América Latina, com valor de marca de US$ 12,4 bilhões, cifra 17% maior que a vista na última medição. O resultado lhe garantiu também o 10º lugar na lista dos bancos que mais valorizaram suas marcas no último ano.

A seguir os grandes números do BRADESCO com base nas últimas informações divulgadas pela companhia:

Bradesco_00

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre o Bradesco: evolução das Receitas Líquidas comparadas com os Resultados Líquidos desde 2006, “Radar” de informações e indicadores financeiros de 2011 a 2015 e desempenho em bolsa das ações BBDC4 (BRADESCO PN) nos últimos 4 anos.

Evolução da Receita de Intermediação Financeira X Lucro Líquido (R$MM) – 10 Anos – BRADESCOFonte: SABE ©

Evolução da Receita de Intermediação Financeira X Lucro Líquido (R$MM) – 10 Anos – BRADESCO
Fonte: SABE ©

No período de 2006 a 2015 o Bradesco teve crescimentos consistentes apresentando taxas anuais compostas de crescimento (CAGR) de receitas e lucros de 13,74% aa e 13,02% aa, respectivamente.

Radar de Informações e Indicadores Financeiros do Bradesco – 2011 a 2015Fonte: SABE ©

Radar de Informações e Indicadores Financeiros do Bradesco – 2011 a 2015
Fonte: SABE ©

Nos últimos 5 anos o Bradesco cresceu em ativos, patrimônio líquido, receitas e lucros. Suas despesas também cresceram levando o resultado bruto a ficar negativo em 2015. Os indicadores sinalizam: ativos superiores ao endividamento (92%), margem líquida estável (15%), ROE (retorno do acionista) voltando ao nível de 2015 (19%) e liquidez de curto prazo no menor nível em 2015 (0,78).

Veja a seguir como foi o desempenho da ação BBDC4 nos últimos 4 anos.

Evolução Trimestral da Ação BBDC4 (BRADESCO PN). Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

Evolução Trimestral da Ação BBDC4 (BRADESCO PN).
Fonte: APLIGRAF – Elaboração: SABE ©

As ações BBDC4 tiveram uma valorização de 34% de 30/Mar/2011 a 17/Mar/2016. A cotação do papel saiu de R$20,77, fez um preço máximo de R$28,14 no fim do 1º Trim de 2015 e atingiu R$27,85 no final do período, favorecida pelas expectativas de mudança no Governo. Em período idêntico o Ibovespa teve nesse intervalo uma queda de 26%. Os analistas que cobrem o Bradesco projetam na média um preço-alvo de R$28,16, sendo a maioria com recomendações de manutenção para um target que varia entre Jun e Dez/2016.

 

COMENTÁRIOS FINAIS:

O Bradesco alinha-se à tendência de mercado que visa reunir segmentos de clientes de um mesmo perfil, buscando atendimento diferenciado e crescentes ganhos de produtividade e rapidez. Com isto o banco busca oferecer aos seus clientes maior flexibilidade e competitividade, procurando volume de operações com qualidade e especialização, tanto para pessoas físicas ou jurídicas, quanto nas demandas específicas das mais diversas faixas de clientes.

Como noticiado recentemente, o Bradesco continua expandindo suas operações: obteve aval do Cade para assumir 100% das ações da LeaderCard. O resultado da operação fará com que Bradesco passe a deter titularidade da totalidade das ações da LeaderCard em negócio fechado com União de Lojas Leader, varejista que tinha o BTG Pactual como titular de 70% do seu capital, segundo documento do Cade. (Infomoney – 10/Mar/2016).

A SABE Consultores tem o propósito de compartilhar informações úteis e atualizadas sobre as empresas brasileiras com professores, universitários, contadores e investidores individuais. Manteremos você atualizado, como de costume, com novas informações extraídas do nosso Banco de Dados SABE.

Obs.: O comentário grátis sobre o desempenho de uma companhia aberta do seu interesse limita-se ao universo das empresas listadas na BM&FBovespa.

Obs.: O comentário grátis sobre o desempenho de uma companhia aberta do seu interesse limita-se ao universo das empresas listadas na BM&FBovespa.

Aproveite para deixar o seu comentário ao final desta página sobre o desempenho do Bradesco dentro do atual cenário de recessão econômica.

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

E-mail: lg.dias@sabe.com.br

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response