Bovespa Mais – instrumento para o crescimento sustentável das empresas

Bovespa Mais – Instrumento para o crescimento sustentável das empresas


Por Luiz Guilherme Dias | 26/Jan/2016.

“Seja prudente quando os outros são vorazes e
seja voraz quando os outros são prudentes”.

Warren Buffet (investidor).

A BM&FBOVESPA criou o “Bovespa Mais” com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do mercado de ações brasileiro e de fomentar o crescimento de pequenas e médias empresas via mercado de capitais. Trata-se de um segmento de listagem especial idealizado para empresas que desejam acessar o mercado de forma gradual, se colocando na “vitrine” do mercado e aumentando sua visibilidade para os investidores. As empresas listadas no segmento “Bovespa Mais” assumem compromissos de elevados padrões de governança corporativa e transparência com o mercado numa linha semelhante às empresas do Novo Mercado.

Listadas no “Bovespa Mais” as empresas podem realizar captações de valores menores, suficientes para financiar o seu projeto de crescimento por meio de ofertas de ações destinadas a grupos pequenos de investidores com perspectivas de retorno de médio/longo prazo. A listagem nesse segmento pode ser iniciada sem oferta e a empresa tem até 7 anos para realizar o seu IPO, possibilitando o acesso ao mercado gradativamente seguindo uma curva de aprendizado. As empresas listadas no “Bovespa Mais” são isentas da taxa de registro cobrada pela BM&FBOVESPA e recebem desconto progressivo na taxa de manutenção de listagem, sendo 100% no primeiro ano (Fonte: BM&FBovespa).

Atualmente estão listadas 14 companhias no “Bovespa Mais”, sendo 5 de setores novos (3 de Tecnologia da Informação e 2 de Serviços Médico-Hospitalares) e as 9 demais de setores tradicionais da bolsa:

Companhias listadas no “Bovespa Mais” – Jan/2016 Fonte: BM&FBovespa -Elaboração: SABE ©

Companhias listadas no “Bovespa Mais” – Jan/2016
Fonte: BM&FBovespa – Elaboração: SABE ©

Botão_Eu_quero

Obs.: O comentário grátis sobre o desempenho de uma companhia aberta do seu interesse limita-se ao universo das empresas listadas na BM&FBovespa.

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a revelar sobre o desempenho das companhias listadas no “Bovespa Mais” nos últimos 4 trimestres (Dez/2014 a Set/2015), em termos de receitas, resultados e endividamento. Veja também como foi o desempenho consolidado destas companhias em 2014.

Desempenho das Companhias listadas no “Bovespa Mais” – Dez/2014 a Set/2015 Fonte: SABE ©

Desempenho das Companhias listadas no “Bovespa Mais” – Dez/2014 a Set/2015
Fonte: SABE ©

De Dez/2014 a Set/2015 as 14 companhias tiveram no conjunto um crescimento pequeno de receitas líquidas (CAGR=1,34%), um crescimento bem elevado de resultados líquidos, favorecido por Quality Soft e Senior Solution (65,30%) e endividamento moderado tanto em termos absolutos (9,14%) quanto relativos ao seu PL (2,56%).

Receitas e Resultados Líquidos das Companhias listadas no “Bovespa Mais” – Dez/2014 ConsolidadoFonte: SABE ©

Receitas e Resultados Líquidos das Companhias listadas no “Bovespa Mais” – Dez/2014 Consolidado
Fonte: SABE ©

No consolidado de 2014 a “campeã” foi a Senior Solution com 63% do total das receitas líquidas e 88% do total dos resultados líquidos.  A Senior Solution também merece destaque por já fazer parte da carteira do ITAG  (Índice de Ações com Tag Along Diferenciado) cujo objetivo é medir o desempenho de uma carteira teórica composta por ações de empresas que ofereçam melhores condições aos acionistas minoritários, no caso de alienação do controle.

Vamos continuar acompanhando o desempenho das 14 companhias do “Bovespa Mais” com os balanços de 2015 que deverão ser brevemente publicados.

 

COMENTÁRIOS FINAIS:

As iniciativas em curso para fomentar o crescimento de pequenas e médias empresas via mercado de capitais é merecedora de aplausos e votos de confiança, especialmente num momento como o atual em que nossa economia atravessa uma tremenda crise de credibilidade impactando de forma negativa nosso mercado de ações. As oportunidades em nosso país são enormes: Em 20 anos o mercado de acesso da bolsa de Londres (AIM) listou mais de 3.000 empresas, enquanto que em 10 anos o “Bovespa Mais” listou 14!!!.

Com o objetivo de estimular maior visibilidade às companhias com baixa liquidez listadas na BM&FBOVESPA, independente do nível de governança corporativa, a BM&FBovespa e a Apimec firmaram um convênio visando maior oportunidade para essas empresas  serem analisadas por instituições especializadas, que produzirão material sobre essas companhias, almejando maior exposição com investidores e, como consequência, valorização do papel negociado.

Trata-se de um contrato de prestação de serviços para que a Apimec selecione, coordene e fiscalize instituições especializadas, dentre elas, corretoras e consultorias independentes, que possam realizar relatórios de research (análise de empresas) das empresas listadas nos mercados de valores mobiliários administrados pela BM&FBOVESPA. Vamos ver no que dá…

Fica aqui um alerta para nossos leitores acompanharem o desenvolvimento destas empresas novatas listadas no “Bovespa Mais” que poderão se desenvolver de forma sustentável e quem SABE um dia figurar entre as maiores e melhores de seus setores de atividade.

Seguindo nossa missão de prover conteúdo útil sobre as empresas brasileiras, manteremos você atualizado com novas informações sobre as companhias do mercado extraídas do nosso Banco de Dados SABE.

Botão_Eu_quero

Obs.: O comentário grátis sobre o desempenho de uma companhia aberta do seu interesse limita-se ao universo das empresas listadas na BM&FBovespa.

Deixe o seu comentário ao final dessa página sobre como o “Bovespa Mais” pode contribuir para o desenvolvimento do mercado de ações brasileiro.

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response