BB_Capa

BANCO DO BRASIL – Queda de 59% no lucro do 1º trimestre de 2016


LUIZ-GUILHERME-DIAS-e1443731843958Por Luiz Guilherme Dias | Rio, 02/Jun/2016.

 

“Se você tiver de provar que merece seu crédito, ele já desapareceu”
Walter BagehotJornalista e Escritor

O Banco do Brasil foi fundado em 1808 como sendo o 1º banco do Brasil, sendo igualmente o 1º banco em território do Império Português, por Alvará de 12 de outubro de 1808, pelo então Príncipe-regente Dom João de Bragança (futuro Rei Dom João VI de Portugal), por sugestão do Conde de Linhares, Rodrigo de Sousa Coutinho, num conjunto de ações que visavam a criação de indústrias manufatureiras no Brasil, incluindo isenções de impostos para importação de matérias-primas e de exportação de produtos industrializados. (Fonte: Wikipédia).

O Banco do Brasil S.A. (BB) é um dos 5 bancos estatais do governo brasileiro, constituído na forma de sociedade de economia mista, com participação da Secretaria do Tesouro Nacional com 50,73% e da PREVI com 9,97% das ações. Os demais bancos estatais são: Caixa Econômica Federal (CEF), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco da Amazônia (BASA) e o Banco do Nordeste (BNB).

Botão_FiquePorDentro

Atualmente o BB possui cerca de 5.400 agências, 15 mil pontos de atendimento distribuídos pelo país, entre agências e postos, sendo que 95% de suas agências possuem salas de autoatendimento (são mais de 40 mil terminais), que funcionam além do expediente bancário. Possui ainda opções de acesso via internet, telefone e telefone celular. Está presente em mais de 21 países além do Brasil. Com presença na maioria dos municípios do país, o BB opera com uma estrutura de mais de 109 mil colaboradores, além de mais de 4 mil estagiários, contratados temporários e adolescentes trabalhadores. (Fonte: Empresa).

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a mostrar sobre o Banco do Brasil: “Radar de Desempenho Econômico-Financeiro de 2011 a 2015 e a comparação 1T2015 X 1T2016”.

Radar de Desempenho Econômico-Financeiro do Banco do Brasil (DF Individual) - Fonte: SABE ©

Radar de Desempenho Econômico-Financeiro do Banco do Brasil (DF Individual) – Fonte: SABE ©

De 2011 a 2015 o Banco do Brasil cresceu de forma consistente em ativos totais e patrimônio, mas teve queda de resultado bruto em 2015 sem prejudicar o aumento do lucro nesse ano. Na comparação do 1T2015 x 1T2016, o banco manteve os crescimentos de contas patrimoniais, com quedas significativas de receitas/despesas de intermediação financeira e resultado operacional e forte queda no resultado líquido (-59%).

 

COMENTÁRIOS FINAIS

O setor de Bancos com ações na Bovespa contém 25 instituições com ativos totais de R$3,8 trilhões. Quatro destas instituições (BB, Bradesco, Itaunibanco e Santander) possuem 88% dos ativos totais, 85% das receitas e 87% dos resultados líquidos. Com base nas DFs individuais de 2015, observamos o seguinte: BB tem liderança em Ativos Totais (R$1,5 trilhões) e nas Receitas de Intermediação (R$181 bilhões) no ranking de 2015. Por Resultado Líquido ocupou em 2015 a 3ª posição (R$ 14 bilhões), atrás de Itauunibanco e Bradesco. Em termos de Retorno do Acionista (ROE) entre os grandes ficou na 2ª posição atrás de BTG Pactual e praticamente junto de Bradesco e Itauunibanco todos na faixa de 19%.

De acordo com a opinião do investidor Luiz Barsi, ao olhar para o retrospecto de distribuições anuais de dividendos e JSCP entre 2008 e 2015 do BB, chega-se ao valor de R$ 13,7682/ação, o que representa uma média anual de proventos de R$ 1,7210/ação, enquanto a distribuição dos últimos três exercícios, de 2013, 2014, 2015, alcançou uma média anual de R$ 2,0315, a R$ 6,0947/ação. Isso representa um dividend yield (dividendos/valor por ação) médio de 10,1575% sobre a cotação de R$ 20,00.

Entretanto, com a cotação de R$ 13,50, o yield médio está em 15,0480% do resultado. “Observa-se então uma grande oportunidade de compra, mais atrativa em 2016 do que em 2008, quando a crise sistêmica pressionou os preços para cerca de R$ 11,80″, ressalta Barsi. Uma prova disso apontada por ele é a relação entre o preço e o patrimônio de 2008. Na época, ele estava em 1,32 vez; já hoje, a relação está inferior, a 0,47 vez. “Portanto, direcionar recursos para o Banco do Brasil no presente estágio mostra ser uma aplicação competitiva, já que o histórico de distribuições assim o demonstra”, afirma o investidor. (Fonte: Infomoney).

A SABE Consultores tem o propósito de compartilhar informações úteis e atualizadas sobre as empresas brasileiras. Manteremos você atualizado com novas informações extraídas do nosso Banco de Dados SABE.

Botão_FiquePorDentro

Aproveite para deixar o seu comentário ao final desta página sobre o desempenho do Banco do Brasil.

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

E-mail: lg.dias@sabe.com.br

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response