ALPARGATAS – maior empresa brasileira de calçados da América Latina

ALPARGATAS – Maior empresa brasileira de calçados da América Latina.


Por Luiz Guilherme Dias

A empresa foi fundada em 1907 pelo escocês Robert Fraser oriundo da Argentina, em associação com uma indústria inglesa, com o nome de Fábrica Brasileira de Alpargatas e Calçados. Em 1909 a empresa passou a se chamar São Paulo Alpargatas Company S.A. iniciando sua operação com os produtos Alpargatas Roda e Encerado Locomotiva, na fábrica da Mooca, em São Paulo (SP).

Na década de 1930 o país enfrentava momentos de instabilidade política com a Revolução de 1932 afetando os negócios e tornando muitas empresas endividadas. A Alpargatas com liderança gerencial e o apoio de seus empregados conseguiu prosperar neste contexto, retomando a fabricação das Alpargatas Roda e lançando o seu primeiro calçado de couro.

Os anos 60 marcaram a produção e comercialização da bota de borracha Sete Léguas Trator, e das famosas sandálias Havaianas que de tanto sucesso que fizeram foram copiadas em todo o mundo conquistando milhões de fãs. Em 1982, após um gradativo processo de nacionalização do capital iniciado em 1948, a São Paulo Alpargatas deixou de ter participação argentina e passou para o controle do Grupo Camargo Corrêa, seu maior acionista.

Em 1990 a empresa relançou as Havaianas, que viriam a ser um dos maiores cases de marketing no mundo: 100 milhões de pares vendidos. A companhia também licenciou as renomadas marcas Timberland (especializada em esportes de aventura) e Mizuno (com alta tecnologia de amortecimento e componentes, voltada para aumentar o desempenho de atletas e de adeptos do atletismo). Aproveitando a retomada da estabilidade econômica no Brasil apoiada pelo sucesso da implantação do Plano Real a Alpargatas terminou a década com uma nova visão de futuro: foco no mercado de calçados.

Em 2010, a Havaianas junto com a Dupé vendeu 216 milhões de unidades. Com esse resultado, a Havaianas passou a sustentar a maior participação no mercado brasileiro de sandálias e tornou-se referência mundial no segmento. A partir daí a Alpargatas passou por um processo de mudança de marca e identidade visual com nova razão social “Alpargatas S.A.”, transformando-se em um nome a caminho da internacionalização.
Em 2011, tornou-se líder do mercado de calçados na América Latina operando ao todo 281 estabelecimentos no mundo. Com a aquisição em 2013 da totalidade das ações da subsidiaria argentina a Alpargatas passou a ter 100% da empresa.

Atualmente com um total de 19.000 colaboradores, sendo 14.800 no Brasil e 4.200 no exterior, a Alpargatas se posiciona no mercado como a maior empresa de calçados da América Latina, possuindo um portfólio de marcas bastante conhecidas, dentre as quais: Havaianas (sandália de borracha), Dupé (sandália semelhante às Havaianas), Topper (linha de calçados e objetos desportivos), Rainha (idem), Mizuno (idem com concessão de produção/venda da marca japonesa), Timberland (linha de calçados e roupas casuais – concessão de produção/venda da marca americana), Osklen (grife comprada em 2012) e Sete Léguas (linha de botas de borracha).

Em 23/Nov/2015 a Camargo Correa, sua controladora, anunciou a venda da Alpargatas por R$2,67bilhões para a J&F Investimentos, dona da gigante de alimentos JBS. O valor da venda equivale a um preço de R$12,85/ação, superior ao preço do fechamento de R$9,73/ação da 5ª feira passada. O fechamento do negócio será feito à vista, mas depende da aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). No início de novembro a Alpargatas tinha anunciado a venda de suas marcas Topper e Rainha por cerca de R$48milhões para o Grupo Sforza, liderado pelo empresário Carlos Wizard, fundador da rede de ensino Wizard, que foi vendida para a inglesa Pearson por R$2bilhões. (Fonte: Folha de SP). Realmente o mundo empresarial tem sofrido grande mudanças…

A seguir os grandes números da Alpargatas com base nas demonstrações financeiras publicadas nos 9M2015:

Alpargatas_01

Veja agora o que o nosso Banco de Dados SABE tem a revelar sobre a comparação do 1º semestre de 2015 com o mesmo período de 2014 da Alpargatas, e veja também como foi a evolução do desempenho em bolsa das suas ações ALPA4 (Alpargatas PN).

Informações e Indicadores Financeiros da ALPARGATAS – 9M2014 X 9M2015. Fonte: SABE ©

Informações e Indicadores Financeiros da ALPARGATAS – 9M2014 X 9M2015.
Fonte: SABE ©

Crescimento patrimonial com destaque para os ativos (22%) e crescimento financeiro com resultados bruto e operacional (EBIT) crescendo 22% e 29%, respectivamente. Indicadores financeiros apontando aumento da relação endividamento total sobre PL em 38%, queda de 6% na margem líquida e queda de 25% na liquidez de curto prazo da empresa.

Evolução Trimestral da Ação ALPARGATAS PN. Fonte: APLIGRAF ©

Evolução Trimestral da Ação ALPARGATAS PN.
Fonte: APLIGRAF ©

A evolução trimestral das cotações das ações ALPA4 (ALPARGATAS PN) mostra o desempenho em bolsa da companhia em mais de 4 anos, com uma valorização de +38% no preço do papel, que saiu de R$6,68 no 4º Trim/2010 para atingir R$9,23 em 11/Nov/2015 (cotação máxima no período foi de R$11,90). No mesmo período o Ibovespa teve uma queda de -32%, de 69.304 pontos para 47.065 pontos.

Seguindo nossa missão de prover conteúdo útil sobre as empresas brasileiras, manteremos você atualizado com novas informações sobre as companhias do mercado extraídas do nosso Banco de Dados SABE. Deixe o seu comentário sobre como você avalia o futuro da Alpargatas.

Botão_Eu_quero

Luiz Guilherme Dias é Sócio-Diretor da SABE Consultores, Consultor de Empresas e Conselheiro Certificado.

Deixe seu comentário abaixo...

Leave A Response